Cidades

Presídio de Rio Verde será construído pela comunidade

Graças a ineficiência do Governo de Goiás, população vai pagar para construir cadeia

O novo presídio de Rio Verde será construído com dinheiro da própria comunidade. A mobilização da Associação Comercial e Industrial de Rio Verde para levantar dinheiro para obra começou em 2015 após várias fugas no atual presídio, que fica na região central da cidade. A medida tem apoio do Poder Judiciário e do Ministério Público.

Jacqueline Zaiden lembrou que quando assumiu a presidência da associação, em julho de 2015, fez uma pesquisa com o objetivo de saber o que os associados necessitavam da ACIRV e o resultado foi segurança. As obras estão previstas para começar em 2018 e podem durar mais de 12 meses, vai depender do dinheiro levantado pela própria comunidade.

“Foi quando conversamos com todos os segmentos que envolvem diretamente a segurança pública, inclusive o Judiciário, para saber quais os problemas e como poderíamos trabalhar na busca de soluções. A partir daí, foi montado um grupo capitaneado pelo juiz Eduardo Alvares para discutir a construção da nova CPP”, contou.

Graças a ineficiência do governador Marconi Perillo e do vice-governador José Eliton, ambos do PSDB, os goianos pagam uma alta carga tributária e ainda têm que tirar dinheiro do bolso para construir presídios.

Na primeira semana de 2018, as rebeliões nos presídios de Goiás ganharam destaque na mídia nacional e internacional após no primeiro dia ano 9 presos morrerem queimados e decapitados no Complexo Prisional de Goiás, em Aparecida de Goiânia.

Mesmo com esse trágico episódio, o governador Marconi Perillo foi para o litoral nordestino. Após uma rápida temporada na Praia dos Carneiros, Marconi se reuniu com a presidente do STF, Carmén Lúcia em Goiânia.

A maior autoridade do Poder Judiciário brasileiro desistiu de vistoriar in loco o presídio em Aparecida porque após as autoridades goianas alertar a ministra que o presídio não é “nada seguro”.

Fonte:

Com informações do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *